Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010
vagabundos vivem sem solidariedade, sem grandeza, no meio do medo. eu e meus escândalos incofessáveis. tentando rir, como antes, até perder o folêgo. porra! mas que sequidão., chove o dia inteiro, do chão ao céu. despovomento do estado das idéias, nem vazios, violões. venham povoar-me. deixo povoar-me. nem penso besteiras, nao rio sozinha mais. nem dos outros, nem de histórias. antes eu contava historias minhas no apogeu da criatividade, que vivi mesmo, de verdade.

eu nao sei qual é o elixir.

pqtunaoerarebelde

Imagem
Mário Querido, escrevo-te num dia Violeta Quente. Fiz grande descoberta hoje. Sei onde comeca e onde acaba o arco-íris, o horizonte também. E mais ainda achei o fim destas cousas. Comecam e terminam no mesmo lugar. Todas essas descobertas maravilhosas filas de madrugada. Tudo era tao violeta... uuuuuiii

tremem no amanhecer

o melhor vídeo de todos os tempos!

Pouco a pouco a noite da a volta
Contando as folhas que tremem no amanhecer
As de Lótus se encostam umas nas outras tendo desejos
sobre as colinas, onde descansa uma andorinha
ajuste o controles para o coração do sol

sobre as montanhas, observando o observador
rompendo a escuridão, despertando a vinha
A manhã que vai nascer nasce na sombra
o amor é a sombra que amadurece o vinho
ajuste os controles para o coração do sol

quem é o homem que chega até a parede?
Fazendo o esboço de suas perguntas ao perguntar
pensando que o sol vai cair ao fim da tarde
ele lembraria a lição que é dar,ofertar?
ajuste os controles para o coração do sol
o coração do sol, o coração do sol...
Imagem

quarto dia

entrei num tronco de árvore, com pássaros, muito penudos, vermelhos e amarelos. Era breu, mas as cores eu via, enxergava nitidamente. Muitos davam boas vindas - ai, mas que penas boas - outros eu apenas sentia a presença, a respiração de observação silenciosa, sem carícias. Eita, um bem aqui no meu ouvido direito gritava de dor, sofria no canto do meu tímpano, gritava sem zelo, nem com visitas. Despenavam-o.
Me deram o que comer, trigo. Trigo doce. Quiseram de mim passarim. E se fosse ainda, não seria da mesma cor, seria azul. Pó mágico cheiroso-bordado tentaram. Ervas de curar pele humana, essa aqui. Erva desgostosa. Significado de provação. Repentino degustei leite e mel, de conforto, por não ser com eles.
- Meu Deus, que mundo, e sempre esteve aqui perto, abrir e entrar - Me fizeram voar sobre nós, nós aqui debaixo, meros principiantes da vida e preferi não olhar. Deus pra escutar: Quanta dor! Espíritos gritando. Estupros, estupros, esquizofrenia, dores, amargura, sofrimento, sofr…

comédia kkk

Imagem
Imagem
Luz e sentido e palavra. Palavra é o que o coração não pensa. Ontem faltou água, anteontem faltou luz, teve torcida gritando quando a luz voltou. Não falo como você fala, mas vejo bem o que você me diz... Se o mundo é mesmo parecido com o que vejo, prefiro acreditar no mundo do meu jeito. E você estava esperando voar, mas como chegar até as nuvens com os pés no chão? O que sinto muitas vezes faz sentido e outras vezes não descubro um motivo que me explique porque é que não consigo ver sentido no que sinto que procuro, o que desejo e o que faz parte do meu mundo...O arco-íris tem sete cores e fui juiz supremo. Vai, vem embora, volta. Todos têm, todos têm suas próprias razões... Qual foi a semente que você plantou? Tudo acontece ao mesmo tempo, nem eu mesmo sei direitoo que está acontecendo.E daí, de hoje em diante todo dia vai ser o dia mais importante. Não digo nada, espero o vendaval passar. Por enquanto eu não sei o que você me falou, me fez rir e pensar porque estou tão preocupado p…
Imagem
Bláh! "(...) vamos fazer nosso dever de casa e aí então vocês vão ver suas crianças derrubando reis, fazer comédia nos cinema com as suas leis. somos os filhos da revolução, somos pobres fodidos sem religião, somos o futuro da nação, geração suco de polpa!(...)"

Viver de luz é o caralho! Quem sempre me disse isso tinha dinheiro na cueca e o papai por trás!

Santo Paulo, Brasil.

Limpei seu vômito e depois lavei à mão o pano branco.

meu risco, o mergulho na tinta sangue.

Aquela porta preta é uma armadilha. Armadilha avisada que alguns ousam abrir e, imediatamente, ao torcer a lavanca, o balde com ácido sulfúrico vira sobre eles e migrando para o corredor sem luz andam em direção aos espelhos, suas peles deixaram na entrada, por vezes algumas escamas ficam, o suco não dilacerou o corpo inteiro, só por vezes.
O olho que tudo vê, vê quase tudo, não tudo. O que vê tem precisamente mira élfica. Daí eu tenho vergonha do que sou e quem não teria? Até aí tudo bem, tranquilo ter vergonha de ser gente. Sou sendo, estou estando, estou sendo, estar, ser, sou, nem sou. E quero sim, grande olho, quero e nem sei, mas é alguma coisa. Primeiro quero concordar. Ao menos durante o tempo em que a pele está lá, na saída. Mesmo que depois, ao sentir o fedor horrível do meu próprio buraco fétido ser simultaneamente o cheiro da minha boca com dentes pontudos sujos, em solidão, eu chore.

Terceiro dia: pare de querer comandar, sua imbecil fedorenta.

14 de março, sem.

Primeiros jasmins do ano, Brasília em pluralidade de belezas espancadas me consumindo. As sementes brotando. Saudades. Formigas caminhando com minhas pernas e nelas. Maior sensibilidade dos próprios movimentos corporais. Beija-flores à moda d.quixote visitam e lágrimas na frente da faixa amarela, esperando o vagão abrir a porta pra sair, em viagem. Eventos importantes perdidos, provocando ânsias. Mentiras. Quais? Que ontem choveu. Ontem não choveu. Distâncias. Sonho. Trabalho. Estudo. Girassóis na janela, bem filhotes. Poesia recitada em público. Eu venci. Eu me venci.
Sonhar com alguém é bem melhor. Toda aquela reformulacão de versos pra fazer rima rica. Só que agora é hora é hora de soonhar só. Talvez não hora, mas já é do presente. O que vale é ser forte, ao menos aprender a ser, se não é ainda.

Pra não dizer que não falei das flores que desabrocham na boca das mulheres

Imagem
Imagem

Hamlet imbecil.

Imagem
Qual veio como uma surpresa, eu falei dentro dos olhos dele: Achei que você tinha morrido sozinho, há muito, muito tempo atrás.
Eu ri e apertei sua mão, e fiz meu caminho de volta pra casa. Encarei com um olhar vazio milhões de montanhas. Devia ter morrido sozinha, há muito, muito tempo atrás. Quem sabe? Eu não.
Nunca perdi o controle. Você está cara a cara com a garota que vendeu o mundo. Ele me olhava como um capricorniano quando estava fraca. Estive trancada em sua heart-shaped box. Desejaria poder filtrar seu câncer quando você ficase preto. Sempre estarei em dívida com seus preciosos conselhos, isso é um reclamação. Orquídeas comendo carne ainda não perdoam ninguém até agora. Eu mesma cortei o cabelo de anjo e a respiração do bebê. Hímen violado. Não joguei o cordão umbilical então não podes subir de volta.
Todas as desculpas.

Desse jeito aí.

Comunismo e Familiarismo (Vá tudo páputaquepariu, junto com os semáforos nas faixas de pedestre de Brasília)

Há umas duas horas e meia, mais ou menos, eu estava caminhando no caminho bonito que tem da 114 até a 914 sul dessa Brasiléia Desvairada, Brasília, Brasília mesmo, essa que é bem linda. Onde o poeta da Asa Sul discute com o poeta da Asa Norte qual melhor poesia enquanto o poeta da satélite anda de ônibus caro e fodido que o deixa surdo, é, eu só caminhava pensando em coisas que há bem mais tempo que essas duas horas e meia, mais ou menos, eu já pensava. Mas foi só quando eu li o poema do Behr (gesto mais brasiliense só se eu tivesse morado no Gama há 5o anos.) que me deu vontade de escrever muitas coisas sentada na poltrona de espera da clínica para corações, que aos dezoito anos tenho problema de quem tem mais de quarenta: colesterol alto. ôÔ geration Coca-Cola fodida! Que vergonha! Logo eu... Isso, sou uma cretina, aliás, uma cretinona! Depois eu penso, idaí? Socialismo um carááááááái! viva São francisco de Assis, que foi coerente e deu tudo aos pobres. Blah Blahblah Blah Blaaaaa!!!…

QUINTA - FEIRA (4) GRANDE ATO PÚBLICO FORA ARRUDA E TODA MÁFIA!

LEVE A GARGANTA, CRIATIVIDADE, CARTAZES, TAMBÔ, O QUE VC ACHAR MELHOR!

HORA: 17horas
ONDE: NA PRAÇA DO BURITI!

Te espero lá!

Depois ponho o Flyer!

www.foraarrudaetodamafia.wordpress.com