Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Oficina de Tamanco com Mestre Assis Calixto!

Imagem

tô cansada.

Tô cansada de tantos julgamento. De gente que cobra palavra sem dar espaços. To cansada de todo mundo. Tô cansada de pensar em você pra ir comigo. Cansada de sentir sua falta. Cansada de ficar em casa com gente sem graça, que não relaxa. Cansada de não ter dinheiro. Cansada de sofrer por esse amor que deu certo e teve fim. Mas do que eu to mais cansada é de conviver com tudo isso, que vai me maltrando, me mudando, me deixando mal humorada, chorona, infeliz. Cansei de querer entender porque. Cansei de não fazer o que eu quero. Cansei de fazer o que eu não quero. Cansei de ter que dá sinal de vida. Cansei de dar notícia. De ser ferida. Cansei de tanta bobagem e tanto tempo. Cansei de te ver chegar e já derramar reclamações. CANSEI DE ORDENS! Cansei de não ser acertiva enquanto os outros estão sendo, e usando contra mim!
E é por isso que vou dar um tempo de todos vocês: Mãe, irmão, pratos sujos, defensivas, agressões, ex-namorado, roupas sujas... Eu vou derramar o vinho vel…

FOI ISSO QUE EU SENTI E AINDA ESTOU SENTIDO.

Imagem

23 de julho

Imagem

eu que não bebo bebi um vinho pra enfrentar o inverno que entra pela porta que vc deixou aberta ao sair.

Envelheci uns dez anos ou mais nesse último mês.

15h no Cine Itapuã, ein!

Imagem
RETOUR POUR MOI?
s' il te plâit.

NUNCA DOEU TANTO.

NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TANTO NUNCA DOEU TA…
Imagem

Férias

Depois de uma semana em casa, definhando por meio de uma ansiedade incomparável ocorrida nãos ei pelo o que, vim para a cidade de quem ama, dormindo pela cidade paraíso da Val.
Tô benzinha, entre filmes cafonas, amigos antigos, teatros em mirantes, parque de diversões, pizzas e repetição de roupas :)

Vídeo dança engantinhando, mas parou pra brincar um pouco.
Imagem
Aquele olhar.

sexo por telepatia

Imagem
é romântico:
escrever cartas
jogar fora cartas de amor
achar cartas
principalmente na rua
ler cartas não suas

não enviar cartas

é romântico quando no presente se olha com olhos de passado.

au jourd'hui

Imagem
dizer que não ama
não dizer que ama
não dizer que não ama
ama dizer que não
que ama dizer não

dizer
ama
não
que

cinco de julho : picuinha

hoje eu não te desejei nem por um minuto.
uma recaída até pode ser, mas não foi nem por um minuto.

quando pensei nisso
quis te desejar: o desejo de desejar

diante do fenômeno quase chorei.

vou dormir
pra depois acordar e poder não te desejar mais uma vez.

Ativismo menstrual

Imagem
Você já sabe que a moça da foto ao lado está com os lábios pintados. O que você não sabe é que não se trata de batom – mas do sangue de sua menstrução. Pelo menos é o que garante a autora do ensaio, a artista plástica inglesa Ingrid Berthon-Moine, que também fotografou outras modelos com o mesmo conceito e apresentou o trabalho na bienal de Veneza, na Itália. Ingrid é adepta de um movimento que está sendo chamado de ativismo menstrual, disposto a derrubar os tabus que confinam a menstrução a um espaço de silêncio, vergonha e desconforto. O começo de tudo, acreditam as ativistas, é falar sobre o assunto. A escritora inglesa Cheela Quint criou revistas temáticas: uma delas é o cartoon Adventures in Menstruating. Ela também levou seu show de humor sobre o tema para diversas eventos feministas no mundo inteiro. Já Chris Bobel, professora de estudos femininos da Universidade de Massachusetts, nos EUA, está publicando o livro New Blood: third wave feminism and the politics of …
Imagem
meu bloco
Vai cruzar avenidas
Invadir as travessas sem atravessar
Vai botar a cidade do avesso
Desvendar os mistérios
Quebrar os sigilos
Jogar os segredos pro ar

Parte II

Imagem
Essa parte que vou contar agora foi longa, porém a parte em que estive conscientemente dentro dela foi curta, mas pela intensidade a qual foi vivida me parece ser uma coisa que durou anos.  Como falei na parte I, com uns 10 anos, mais ou menos, comecei a me separar de umas referências e curtir outras, como Legião Urbana, Chiquititas, Kid Abelha, Iron Maiden...etc. Nessa época aí, mais ou menos, meus pais começaram a ir pra Igreja, por influência dos vizinhos. Logo, eu fui também. Não tinha opinião sobre esse assunto. Eu só ia e pronto, não era ruim. Pensando nessa história toda, eu vejo que sempre tive pouca opinião sobre mim mesma e sobre os sentidos e sobre os sentimentos que eram meus, o que me parece que eu achava o que era dos outros melhor. Eu tava à pau pra toda obra. Nesse processo mudamos de novo pro Gama, então mudamos de igreja, era a mesma, só que no Gama. Enfim, eu já disse alguma coisa sobre isso aqui no blog. A igreja não era nem 1/4 da igreja anterior, e isso foi ótimo. Eu…

alguns nhen nhem nhens sobre o que se passou nos últimos anos até eu começar os meus estudos de hoje.

Imagem
Nesses dois últimos semestres comecei a lembrar o quanto o magnífico É O TCHAN influenciou na minha vida. Era aquela coisa que quase todo mundo fez de olhar a Carla Perez e a Sheila Carvalho dançando na televisão e simultaneamente tentar dançar o que sabia ou aprender alguma coreografia nova pra botar pra quebrar por aí. Já que quase todos os finais de semana tinha churrasco no tio Paulo e na tia Deta, que é da família do neu pai, os Rodrigues, esses meus tios eram Rorizistas , quero dizer, eles são até hoje, apesar de tudo, e por falar disso, (não me lembro muito bem) acho que todas essas festinhas freiaram quando o FHC, Roriz, Luiz Estevão e mais uma máfia sinistra venceram as eleições de 1998. Até hoje eu me lembro daquele dia da apuração dos votos. A gente aqui de casa e mais uma penca de tios, estávamos na minha vó Maria, que morava na mesma rua dos meus tios Rorizistas, e  todo mundo de Vermelho. Eu me lembro muito bem do meu pai chorando no meio-fio quando o Lula perdeu de novo…