Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

plural pluvial

Imagem
fiz das palavras minhas asas
é preciso estar atenta e forte
não temos tempo de temer a morte.

tristezas divertidas

divertidas tristezas

quanto ego.

quanto centro.
quanto centro fora do eixo.
quantos eixos fora dos egos

desequilíbrio.

lamento ou súplica 22

acho que, pelo o que acompanhei da vida dos irmãos dela, essa parece ser a fase de idade em que estes conflitos de um medo tão babaca e nojento se escondem dentro das coisas, como surpresas dentro de caixas de brinquedos.

é um momento de respiração, por favor.
espero que ela respire.
e tenha paciência.
e se sinta bem com o tempo
seco passssssando
e a falta das
coisas.

ela precisa que chova.
e que seja lavada.
dessa sujeira
cinza
das chantagens
e sussurros
engomados
de considerações
superficiais.

samba

meu tamanho no teu
teu tamanho no meu

passarim
me esconde os cantos
no amor que não vem pequeno
que eu tô maior

meu tamanho no teu
teu tamanho no meu

não vem pequeno
que eu tô maior

porque que tô maior

dos cantos amplos
se ve os amplos cantos
que tu vê

teu tamanho no meu
meu tamanho no teu

disse que me tem amor, eu vim

eu me derreto nela
a gente é de onde
for