usina do tempo mundo girou

mundo girou, camará.
e de novo vai girar.
bocejo sem completar, bocejo a completar. completo bocejo, gozo, respiro todo giro do mundo, esvoaçante, saudando o som que dança pra criar o mundo. todos os peixes, o pó. trabalhar é bom e eu vou. e agradeço, a felipe, a daniel, a júnia, a ester, movimentos bruscos dentro. que nao quis. que vivi. que acabei por querer dentro de mim, sem saber, pq me traz até aqui tbm. aqui - é bom, eu gosto.
e deixo serem pra lá, pra onde também não posso mais. quereres. foram. quereres serão? usina do tempo o mundo gira, vai girando. a gente fica querendo o novo e o novo já está. mas o que te trouxe pra cá é que tira o véu da tua cara e mela a cara da roda, pra tu girar dentro dela. no transe. saiba. e deixe que seja. o agora é só depois que se sabe. agora. so se vive.
danço.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

canção para leoninos em fá menor

Significado das gírias de Brasília!